TCE-RJ sugere que concessão do Maracanã seja anulada e pede nova licitação

Rio – Após a Rio 2016, o Maracanã foi praticamente abandonado à própria sorte, por conta de uma discordância em relação à administração do mesmo. Nesta terça-feira, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) tomou uma decisão que retém os recursos obtidos com a venda da concessão, numa tentativa de preservar o patrimônio público.

Além da medida, o TCE-RJ decidiu por duas auditorias governamentais extraordinárias. Uma delas visa inspecionar os cálculos que definiram o valor da concessão, enquanto que a segunda é direcionada ao monitoramento da operação de transferência do bloco de controle da atual concessão a terceiros.

As auditorias também irão aferir se os cofres públicos já foram lesados por conta do não cumprimento do contrato e abandono da concessão, buscando identificar a responsabilidade.

O Tribunal de Contas recomendou ao governo do Estado, que o contrato atual de concessão do Maracanã fosse anulado, o que abriria espaço para um novo processo de licitação.

FONTE : O DIA online