Sérgio Cabral é convocado a depor em CPI que investiga irregularidades no Rio Previdência

O ex-governador Sérgio Cabral vai depor, na próxima semana, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) que apura irregularidades no Rio Previdência durante a sua gestão. A informação é do presidente da CPI, Flávio Serafini (PSOL).

“A ideia com a convocação é entender se a captação feita pelo Rio Previdência no governo Cabral foi para financiar corrupção ou em benefício de empresas internacionais”, afirma o parlamentar.

De acordo com a CPI, o rombo nos cofres do Rio Previdência chega a R$ 30 bi e foi provocado pela Operação Delaware – venda de royalties do petróleo a investidores estrangeiros em troca de dinheiro imediato – em 2014.

O ex-presidente do Rio Previdência, Gustavo Barbosa, negou qualquer tipo de motivação política nessa operação e afirmou que toda condução técnica foi feita com amparo do Banco do Brasil.

Em junho, a CPI Rio Previdência ouviu o ex-secretário de Fazenda do Estado do Rio, Sérgio Ruy Barbosa, que minimizou o impacto que as operações de antecipação de royalties causaram aos cofres do Rio de Janeiro.

“Durante sete anos e meio, ele permaneceu como responsável pelas finanças do governo Cabral, com quem tinha uma relação muito próxima, e assumiu que fez parte das decisões que fragilizaram a economia do Rio”, afirmou Serafini.

FONTE: G1.GLOBO.COM