Estado pode analisar calendário de depósito dos salários após o pagamento do 13º

Com a perspectiva de pagar o restante do 13º salário de parte dos servidores estaduais no mês de abril, o governo do Estado deve analisar, já a partir de maio, a possibilidade de alterar o calendário de pagamento. Hoje, os depósitos têm que acontecer até o 10º dia útil do mês seguinte ao trabalhado. Segundo o governador Luiz Fernando Pezão, a análise do tema, porém, só deve acontecer após o pagamento do 13º salário devido.

Diante da previsão de boa receita com a antecipação dos royalties, do crescimento da arrecadação com o petróleo e das medidas programadas no Regime de Recuperação Fiscal, a possibilidade de antecipar o prazo entra nos planos.

Pezão negou, porém, que qualquer programação foi feita até o momento ou planejamento para antecipar a data de pagamento. Não há uma indicação, portanto, se seria possível retornar ao calendário antigo, com depósitos até o segundo dia útil do mês seguinte ao trabalhado.

FONTE: EXTRA.GLOBO.COM