Servidores marcam protesto para terça-feira

Rio – Após o anúncio do pacote de medidas anunciadas pelo governador Luiz Fernando Pezão para tentar vencer a grave crise financeira do estado, diversas categorias de servidores vêm anunciando atos de protesto. Uma paralisação de todos os serviços públicos do estado, prevista para sexta-feira, deve se somar aos protestos de estudantes das ocupações e de servidores federais contrários às medidas do governo de Michel Temer.

Amanhã, um ato público em protesto contra o que já é conhecido como “pacote de maldades” de Pezão é convocado para a porta da Assembleia Legislativa (Alerj), onde o projeto de Pezão começa a ser discutido a partir do dia 16. De acordo com o Sepe (Sindicato dos Profissionais da Educação), o projeto prevê aumento de impostos de 30% no salário dos servidores da ativa e aposentados.

O evento também convida funcionários públicos (policiais civis, agentes penitenciários, profissionais da saúde e da educação) e os militares estaduais (bombeiros e PMs) ativos e inativos, além de pensionistas.

De acordo com os organizadores, bombeiros, policiais militares e civis deverão estar de folga, desarmados e em trajes civis (camisas vermelhas, azuis e pretas). O último ato unificado das três categorias aconteceu em 2012, quando houve prisões de manifestantes no governo Sérgio Cabral (PMDB).

FONTE: O DIA online