Refis avança e décimo terceiro salário do estado também

Foto: Halley Pacheco de Oliveira

Rio – O governo estadual acredita que está mais perto de pagar o décimo terceiro salário dos servidores ativos, aposentados e pensionistas. Foi confirmada a votação do projeto do Refis refinanciamento de dívidas de contribuintes com o Rio que será concluída na próxima terça-feira na Alerj. A expectativa é de que a medida gere cerca de R$ 1 bilhão para o caixa fluminense. O Executivo avalia que o valor será suficiente para complementar a folha do abono natalino, que é em torno de R$2,2 bilhões brutos.

Nos bastidores do Legislativo, já é certo que a emenda do deputado Paulo Ramos (PDT), que inviabiliza a venda da Cedae cujas ações foram colocadas como garantia de empréstimo de R$ 2,9 bilhões , será aprovada com unanimidade. Essa era a ‘dor de cabeça’ do governo, que vai vetar a medida, já que isso colocaria em risco o Regime de Recuperação Fiscal (RRF).

O Executivo está contando com que o veto só seja analisado no plenário da Alerj após as eleições, o que afastaria riscos de fim do regime de recuperação.

Já Paulo Ramos critica o governo estadual, e diz que o discurso sobre o décimo terceiro é “terrorista”. O pedetista defende ainda que a companhia poderia utilizar créditos que tem a receber da União por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF) em vez de ter suas ações vendidas no mercado.

FONTE: O DIA online