Picciani antecipa apoio a acordo de Pezão, mas cobra salários em dia para servidores

Nesta quarta-feira, o presidente da Alerj, Jorge Picciani, adiantou seu apoio ao que for alinhado entre a União e o governo do Rio. Segundo ele, se faz necessária uma reformulação fiscal no estado. O parlamentar pediu, no entanto, que o governador Luiz Fernando Pezão acerte os pagamentos do funcionalismo antes de levar os projetos ao plenário da Casa.

— Se faz necessário regularizar, ao menos em parte, os salários dos servidores e apresentar um calendário confiável de pagamento para que todos se organizem — afirmou.

No fim de 2016, Picciani concedeu entrevista ao EXTRA onde deu prazo de quatro meses para que governador Luiz Fernando Pezão organizasse a situação dos servidores. O deputado afirmou, na ocasião, que não haverá “governabilidade” caso o governo continue em dívida com os servidores.

FONTE: EXTRA.GLOBO.COM