Pezão evita dar previsão quanto ao pagamento do salário de setembro.

Quanto aos salários mensais que estão em atraso, o governador Luiz Fernando Pezão evitou dar um prazo para o pagamento de parte da dívida.

O Estado deve o salário de setembro a quase 68 mil servidores.

O vencimento, porém, não tem data para ser quitado.

Nos bastidores, os integrantes do governo avaliam a possibilidade de depósitos nesta semana. É pouco provável, porém, que a folha seja quitada por completo. Para piorar a situação, o Estado deve, também, o salário de outubro para uma grande parcela dos servidores.

Ao todo, são 255 mil funcionários no aguardo do pagamento.

Fonte: extra.globo.com