Mais de 16 mil servidores do estado ficarão sem pagamento por falta do recenseamento

Mais de 16 mil servidores ativos, inativos e pensionistas do estado, que fazem aniversário entre novembro e maio, tiveram o pagamento do mês de julho suspenso, segundo os dados da assessoria da Casa Civil. Essas pessoas não vão receber o pagamento, feito em agosto, porque não fizeram o recenseamento obrigatório, que para os nascidos desse mês o prazo começa nesta segunda-feira, dia, 12, e vai até o dia 23.

O procedimento é feito em qualquer agência do banco Bradesco, mediante apresentação dos documentos listados no site do Rioprevidência (www.rioprevidencia.rj.gov.br). A atualização cadastral começou a ser feita em novembro de 2018 e vai até outubro desse ano.

A atualização cadastral também deve ser feita por funcionários que ocupam cargos comissionados, de contratos temporários e de empresas, autarquias e órgãos da administração indireta. O procedimento é uma medida do Plano de Recuperação Fiscal do Estado do Rio e tem como objetivo promover a melhoria da base de dados da folha de pagamento do funcionalismo.

No mês passado, o governo divulgou as regras para as pessoas que devem fazer o recenseamento, mas não podem se locomover e não conseguem nomear um procurador para representá-las.

FONTE: EXTRA.GLOBO.COM