Delegado réu por soltar traficantes ganha cargo no governo Witzel

Leonardo Murilo Santos Salgado, então delegado da 12ª DP (Copacabana),foi nomeado na subsecretaria de Planejamento e Integração Operacional (SSPIO),da Secretaria de Polícia Civil, área estratégica da política de segurança pública do governo Wilson Witzel. A equipe é comandada pelo subsecretário Fábio Barucke.

Leonardo foi denunciado à Justiça, em junho de 2018, pelo Ministério Público. O processo é o 0139949-07.2018.8.19.0001 e tramita na 43ª Vara Criminal. É réu por prevaricação e peculato. Quando adjunto na 16ª DP (Barra),ele não registrou flagrantes de duas apreensões de cocaína. O MP pediu a suspensão do exercício da função pública do policial.

Sem descanso

Por causa do novo cargo de confiança, as férias de Leonardo Salgado, que seriam desta quarta-feira até o próximo dia 30, foram canceladas. Tudo está registrado no Boletim Informativo da Polícia Civil.

Droga embalada

Segundo o MP, em 5 de maio de 2017, Leonardo deixou de autuar uma mulher por tráfico de drogas. Na casa dela, no Recreio, foram apreendidas 37 gramas de cocaína em fracos plásticos.

Confessou

A traficante confessou o crime. Mesmo assim, diz o MP, Leonardo não registrou o caso e ainda liberou a presa. “Agindo de forma livre e consciente,desviou, em proveito próprio e alheio, a droga apreendida”, relata o promotor Claudio Varela.

Teve mais

Em 30 de junho de 2017, mais uma vez Leonardo não registrou o flagrante.Dois traficantes presos na Praça do Ó, na Barra, foram liberados. Um usuário,com cinco pinos de cocaína, também foi detido e solto. A droga, afirma o promotor, ficou com o delegado.

‘De corpo e alma’

Em 2001, Leonardo recebeu moção de louvor na Alerj. O ex-deputado Sivucao homenageou por ter se entregado “de corpo e alma em defesa da sociedade”.

A musa da PM

A 1ª Tenente da Polícia Militar, Thaynã Freitas, foi nomeada assessora(DAS-7) de Informática na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, comandada por Lucas Tristão. Além do bom salário da patente, abela ganhará uma gratificação mensal de… R$ 7.889,74!

Mas…

Witzel assumiu com um rombo de R$ 8 bilhões e anunciou cortes. Thaynã, afirmam os novos colegas de repartição, sequer tem experiência para o cargo.

Briga no Inmetro

Uma disputa pelo comando do Inmetro dará dor de cabeça para o governo Bolsonaro. Por indicação de um executivo da equipe do ministro Paulo Guedes,Ângela Flores Furtado está com um pé na autarquia.

Segue…

Ângela substituiria na presidência o professor Carlos Augusto de Azevedo, físico de formação, pós-doutorado na Suécia e na Áustria, que está há dois anos no cargo.

Conflito de interesse?

O problema é que Ângela trabalhou como executiva numa empresa de petróleo e gás que é fiscalizada pelo… Inmetro!

2020 é logo ali

Prefeitos já começaram as inaugurações de obras.

FONTE: O DIA online