Antecipação dos royalties pode prejudicar pagamento de aposentados

Rio – Entre os mais de 90 vetos do governador Luiz Fernando Pezão (MDB) a projetos de lei aprovados na Alerj que serão apreciados pelos deputados esta semana, está o de uma emenda que revoga uma lei de 2011, proibindo as operações de antecipação de royalties pelo RioPrevidência. Esse tipo de procedimento é apontado pelo autor da emenda, Luiz Paulo (PSDB), como uma das razões para a crise no pagamento de aposentados.

“Vimos o que aconteceu nos últimos anos, quando o Rioprevidência perdeu recursos devido a essas antecipações”, disse o deputado. O governo já comprometeu R$ 128 bilhões em royalties para pagamento de aposentadorias.

DESCASO NO HOSPITAL

 

Moradores de rua continuam a ocupar o hospital – Alexandre Brum

Dezenas de moradores de rua continuam a ocupar o pátio do Hospital Souza Aguiar, no Centro. Agora, eles dormem até nas rampas de acesso à emergência da unidade. Colchões, roupas, papelões e lixo ficam espalhados. Pacientes e funcionários reclamam porque atrapalha a entrada e saída de quem circula no local em busca de atendimento médico e também a trabalho. Há ainda usuários de drogas.

Outro lado

Em nota, a secretaria municipal de Assistência Social informou que “é proibido por lei o acolhimento compulsório” desses moradores. E que “equipes trabalham diariamente no local, fazendo o acompanhamento e ofertando abrigo”.

Sem estatística

A prefeitura não sabe o tamanho do problema. A secretaria de Assistência Social diz não ter números atualizados de moradores de rua na cidade. Mas realiza um novo levantamento com o Instituto Pereira Passos.

 

2020 é logo ali

Em Nova Iguaçu, querem ser prefeitos a deputada federal reeleita Rosângela Gomes (PRB) e os deputados federais eleitos Juninho do Pneu (DEM) e Doutor Luizinho (PP).

Reajuste ao servidor

Presidente da Comissão de Administração da Câmara, Júnior da Lucinha (MDB) se reunirá esta semana com Paulo Messina, chefe da Casa Civil de Crivella, para tratar de um possível reajuste para os servidores.

Impacto na folha

De acordo com Júnior, o impacto seria de mais R$ 40 milhões por ano à prefeitura. Mas lembra que a Câmara devolveu ao município o mesmo valor da sobra do orçamento da Casa.

Isolado

Vereadores evitam aparecer com Dr. Gilberto (PMN), que estava preso.

Constituições

A TV Alerj exibe amanhã, às 13h, no plenário, série sobre a história das constituições. De graça.

FONTE: O DIA online