Angra dos Reis tem primeiro caso de morte por febre amarela

Rio – Mais uma vítima de febre amarela morreu neste sábado, de acordo com informe da Secretaria de Estado de Saúde do RJ. Esta é a primeira morte em decorrência da doença registrada em Angra dos Reis, na Costa Verde do estado.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do município, Wosley Ferreira da Silva, de 38 anos, morava na Praia do Provetá, na Ilha Grande, e costumava frequentar a região da Praia do Longa, local em que um macaco morreu de febre amarela.

Com mais esta morte, sobe para 18 o número de vítimas fatais no estado. Dessas 18, 10 mortes foram registradas em cidades do Sul do Rio. Nesta sexta-feira, um morador da áreal rural de Valença morreu. Ele estava internado há mais de 20 dias em um hospital do Rio.

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde do RJ informou que em 2018 foram registrados 42 casos de febre amarela silvestre em humanos. Confira:

– 7 casos – Teresópolis, sendo três óbitos
– 14 casos – Valença, sendo cinco óbitos
– 3 casos – Nova Friburgo, sendo dois óbitos
– 1 caso – Petrópolis
– 1 caso – Miguel Pereira, sendo um óbito
– 2 casos – Duas Barras
– 2 casos – Rio das Flores, sendo dois óbitos
– 1 caso – Vassouras
– 4 casos – Sumidouro, sendo um óbito
– 2 casos – Cantagalo, sendo um óbito
– 1 caso – Paraíba do Sul, sendo um óbito
– 2 casos – Carmo, sendo um óbito
– 1 caso – Maricá
– 1 caso – Angra dos Reis, sendo um óbito

FONTE: O DIA online