Alerj recorre de decisão do STF que suspendeu processo de impeachment contra Witzel

Alerj recorre de decisão do STF que suspendeu processo de impeachment contra Witzel

Assembleia Legislativa do Rio contestou a determinação e pediu que a liminar concedida por Toffoli seja “integralmente reconsiderada” e que a comissão especial formada anteriormente seja restaurada

Rio – A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) recorreu da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu o processo de impeachment contra o governador Wilson Witzel. A determinação do presidente da Corte, Dias Toffoli, é liminar (provisória) e ocorreu durante o plantão judiciário. O ministro definiu que seja realizada uma nova comissão especial para analisar o processo. A informação foi divulgada pela GloboNews.
A Alerj contestou a determinação e pediu que a liminar seja “integralmente reconsiderada” e que a comissão especial formada anteriormente seja restaurada.
O recesso do judiciário foi encerrado neste sábado (1º). O recurso agora deve ser analisado pelo relator do caso, ministro Luiz Fux.
A liminar de Toffoli foi concedida na última segunda-feira atendendo a um pedido da defesa de Witzel.
FONTE: O DIA online