Alerj paga parte do 13º salário de deputados nesta quarta; servidor segue sem previsão

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) confirmou que irá pagar, amanhã, dia 15 de agosto, a primeira parcela do 13º salário de deputados e servidores vinculados ao Legislativo estadual. O gasto total será de R$ 16,3 milhões. Todos os 70 parlamentares receberão R$ 12.661,12 líquido, pois não incidem sobre a parcela descontos tributários e encargos sociais. O valor equivale a metade do salário de R$ 25.322,25.

Segundo a Alerj, o pagamento será possível graças as sobras orçamentárias acumuladas em 2017 e no primeiro semestre deste ano. De acordo com o presidente em exercício, André Ceciliano (PT), o parlamento economizou mais de R$ 300 milhões no ano passado. Ceciliano não vê privilégio diante da crise do Estado.

— O que possibilitou o Executivo a colocar os salários em dia foram as medidas aprovadas pela Assembleia. Demos uma contribuição grande. Fizemos o dever de casa e isso está possibilitando o pagamento antecipado — disse o presidente, que planeja, também, pagar a antecipação de aposentados e pensionistas do parlamento.

Já o 13º dos servidores…

Se a Alerj vai antecipar parte do seu 13º, os mais de 456 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas do Estado do Rio não possuem qualquer previsão de quando e como terão direito ao pagamento do vencimento.

A secretaria de Fazenda e Planejamento informou que o 13º salário dos servidores estaduais “vence em dezembro”. Não foi passada uma projeção ou garantia de que o pagamento será feito este ano. Vale lembrar que os servidores do Executivo sofrem com o atraso do 13º desde 2015, quando a segunda parcela foi dividida em cinco vezes.

A Alerj é, até o momento, o único ente estadual a indicar a antecipação. No caso do Judiciário, por exemplo, o Tribunal de Justiça do Rio disse “não ter nenhuma informação sobre a questão no momento”.

FONTE: EXTRA.GLOBO.COM